Arquivo | novembro, 2011
25 nov

Sentadinha no metrô, distraída com um livro qualquer, noto que bem na minha frente está sentada Fulana.  Fulana trabalha no mesmo prédio que o meu, e parece bem concentrada nos que está tocando no fone de ouvido.

Chega a estação, ambas descemos na mesma porta,mas Fulana parece não me ver. Na verdade, ela começa a andar mais rápido, como se estivesse para tirar o pai da forca. Como eu sou meio antissocial de manhã, nem ligo pro fato dela não querer minha companha pela uma quadra entre o metrô e o trabalho.

Mas aí, dias depois, a mesma Fulana tenta me adicionar no Facebook.

Agora alguém me explica: o que leva uma pessoa que não me dá oi, não consegue nem andar ao meu lado por uma quadra, querer me adicionar em alguma rede social?

 

Não tenho paciência.

Anúncios
22 nov

Afilhada de 5 anos pede pra ver a minha necessaire.

– É pra ver com os olhos.

 

10 minutos depois, ela vem me mostrar a nova varinha de condão dela.

– Posso ver?

– Ver com os olhos, né madrinha?

22 nov

Passando a propaganda da Sessão da Tarde de amanhã, eu ouço:

“AVC do amor”.

Que nome estranho prum filme – eu ainda pensei!

Ficando louca. Sim, claro ou com certeza?